WYSIWYG Web Builder

home taekwondo haidong equipe projetos parceiros download eventos
HISTÓRIA DO HAIDONG GUMDO

O Inicio
O ápice do desenvolvimento das técnicas de espada na península da Coréia foi durante a dinastia de Koguryo (37 a.C. - 668 d.C.), quando se consolidaram as técnicas que fariam parte do Haidong Gumdo. Em 352 DC, Koguryo adotou oficialmente o budismo, iniciando sua documentação histórica, coincidindo com grande progresso cultural e o início de uma academia para educar a nobreza. Em Koguryo foi criado um centro de treinamentos onde eram ensinados aos discípulos o combate ao vício e à maldade e a pratica da justiça e da bondade através dos verdadeiros princípios da espada. É importante observar que o termo Haidong Gumdo é relativamente recente, e foi dado para diferenciar as técnicas antigas da Coréia das atualmente praticadas sob o nome de Kumdo, que possui grande influência japonesa. Haidong significa "terra do Mar do Leste", termo usado antigamente para designar a península coreana, assim, teríamos Haidong Gumdo (????) para designar as técnicas ancestrais de espada da Coréia.

Koguryo, Baekje e Silla
Cada um dos três reinos se esforçou para a criação de um estado focado na expansão territorial. Koguryo cresceu muito, amparado por suas técnicas marciais, chegando a incorporar mais ao norte cidades da Manchúria, e em 612 DC deteve uma invasão da China, causando forte perda nos exércitos chineses. Enquanto Koguryo se defendia dos chineses, Baekje se tornava um reino forte, entrando em conflito com koguryo. A China ainda fez três tentativas frustradas - em 644, 648 e 655 - de conquistar Koguryo, até que procurou Silla para formar uma aliança. Assim, entre os anos de 660 e 668, com o auxilio chinês, Silla conquistou Koguryo e Baekje. Porém, a intenção da China ficou clara quando deportou os regentes da Koguryo e Baekje e suas respectivas famílias para a China, colocando em seus lugares regentes chineses. Iniciou-se uma batalha entra Silla e China, que durou até 676, quando os chineses se retiraram e os três reinos foram unificados sob a bandeira de Silla. A cultura de Koguryo e Baekje foi preservada, e durante mais de um século a paz reinou e a arte, a ciência e a religião budista prosperaram, porém as artes marciais perderam muito de sua importância e a arte da espada ancestral se refugiou nas montanhas de Paecktu, onde continuaram transmitidas de geração em geração.

De Sul Bong Sun In a Jeong-Ho Kim
Em Paecktu o monge Sul Bong Sun In fundou um dojang próximo ao Lago Sam Ji para o ensino das técnicas originais da espada coreana. Contemporaneamente, no monte de Kwanak, o Mestre Jang Baek San transmitiu os ensinamentos do Haidong Gumdo, a partir de 1961, para Jeong-Ho Kim. Jeong-Ho Kim modernizou a estrutura didática de ensino, implantando o sistema de faixas para o aprendizado das técnicas ancestrais da espada coreana. Dessa forma, Jeong-Ho Kim foi o responsável pela transmissão das técnicas originais do Haidong Gumdo ao mundo contemporâneo, abrindo o primeiro Dojang de Haidong Gumdo em 24 de Julho de 1982 na cidade de Ahn Yang, após mais de 1300 anos desde que a essência da arte fora confinada às montanhas pelos guerreiros de Koguryo. Em Abril de 1984 Jeong-Ho Kim estabeleceu a Federação Coreana de Haidong Gumdo em Seul, e em Novembro de 1996 foi fundada a World Haidong Gumdo Federation, sendo Jeong-Ho Kim seu presidente, com o objetivo de levar ao conhecimento do mundo as técnicas originais da espada coreana.
A World Haidong Gumdo Federation está presente em mais de 50 paises e continua divulgando sua arte pelo mundo através do Grão Mestre Jeong-Ho Kim.



O inicio do Haidong Gumdo no Brasil

O Haidong Gumdo era desconhecido no Brasil até o ano de 2003, enquanto integrantes da hoje Associação Brasileira de Haidong Gumdo procuravam uma arte de espada puramente coreana para aumentar seus estudos na artes marciais.

A descoberta do Haidong Gumdo imediatamente os entusiasmou a buscar a comunicação com a Federação original de Haidong Gumdo, a World Haidong Gumdo Federation. Estabelecidos os primeiros contatos foi indicado para introduzir o Haidong Gumdo no Brasil, o Mestre Yang Tae Kim.

Em Março de 2004 o Mestre Yang Kim fez sua primeira vinda ao Brasil, na cidade de São Paulo, onde iniciou a formação dos instrutores e a fundação da Associação Brasileira de Haidong Gumdo - ABHG.

Nos anos seguintes foram feitos seminários em Franca e Itapetininga, onde até hoje é dado continuidade, e posteriormente em Porto Alegre, onde apenas se formaram faixas branca até sua interrupção. Mais tarde o trabalho de divulgação no Rio Grande do Sul foi retomado com uma nova turma e segue de forma empolgante.

A Associação Brasileira de Haidong Gumdo, como introdutora do Haidong Gumdo no país, segue trabalhando para divulgar a arte da espada coreana no país, e tem estabelecido seminários e worshops em diversas cidades do Brasil de forma ética e com o respaldo técnico do Mestre Yang Tae Kim através de constantes vindas à ABHG.

O Haidong Gumdo está presente no Brasil desde 2004, representado exclusivamente pela Associação Brasileira de Haidong Gumdo sob a supervisão do Kwanjanim Yang Tae Kim, 6° Dan pela WHGF.

HIERARQUIA

A Associação Brasileira de Haidong Gumdo, como introdutora do Haidong Gumdo no país, segue trabalhando para divulgar a arte da espada coreana no país, e tem estabelecido seminários e workshops em diversas cidades do Brasil com o respaldo técnico do Mestre Yang Tae Kim através de suas constantes vindas ao Brasil.

Atualmente é composta por professores de 3 gerações de faixas pretas brasileiros que ensinam as técnicas da espada coreana de forma ética e seguindo um código de conduta sério e responsável.
Saiba mais clicando no logotipo
Haidong Gumdo
IMPLANTE O TAEKWONDO OU  HAIDONG GUMDO NA SUA ACADEMIA, CONDOMÍNIO, ESCOLA  OU PROJETO ENTRE EM CONTATO: TKDYONGAP@BOL.COM.BR